fohk:

Marie Antoinette (2006)Sofia Coppola
behind the scenes

fohk:

Marie Antoinette (2006)
Sofia Coppola

behind the scenes


It’s in what you don’t say.

It’s in what you don’t say.

Like this post
Sendo mascado pelas ondas
do mar.
Incontáveis amores vai sacrificar
A estrada árdua foste percorrida,
enquanto andava, dançava ao som
do “Marxismo - Leninismo. “
Se recusa a deixar seu ideal
esbaforido.
Uns o chamam de masoquista,
prisioneiro, louco, por não cair
na real, até gritaram-no:
“aê mermão, sufoca esse ideal!”
Chamaram de mascavo, aquele
açúcar que não é refinado.
Ele preso no momento, momento
em que gente como a gente,
morrem indefesos aos olhos dos
generais, em camas de hospitais,
a carnificina praticada por débeis
mentais, trocam sopros de vida
por um punhado de reais.
Ele, caboclo, nascido e criado no
matagal, vai pra cidade e lá é
ensinado a triturar com os dentes.
Abraça o materialismo, engole
mil e um princípios, e faz do
consumo seu único auxílio.
O grande - pequeno menino, todos
os dias ouve o sussurrar do
Capitalismo:”Vou te fazer virar
gente, vou apertar seu pescoço
ternamente. “
— (via lamaquiavelica)
Like this post
Engolindo o choro
Porque não existe consolo.
— (via lamaquiavelica)
Like this post
eu só queria ser bela,
sabe, que nem aquela música
do Vinícius de Moraes “Garota de Ipanema”
quem sabe se eu fosse bela que nem ela
tu me chamava pra ir pro cinema.
ah, se eu fosse bela. (via lamaquiavelica)
Like this post
Partícula.

galera esse é meu blog de poemas, sigam aí, obrigada.